Quem faz a Girl Power

Oi, eu sou a Pri!

Tenho 26 anos e empreendo oficialmente desde os meus 23 anos - oficialmente com CNPJ e empresa registrada, porque né.. Apesar de ser libriana, tenho a impressão que de certa forma, eu sempre soube o que queria fazer (no caso, eu queria fazer tudo!), sabe?  Sempre me diziam pra escolher entre uma coisa ou outra e eu nunca entendi isso. Me negava a escolher. Então eu dei meu jeito de conseguir fazer tudo. Simples!

Entrei na faculdade de publicidade com 17 anos e depois de 2 semestres entendi que não era ali o meu lugar. Pedi transferência de curso para Relações Públicas e me encontrei, até eu descobrir que na instituição que eu estudava, precisaria me formar em 4 anos, porque a minha turma seria a última a ingressar no curso por lá - o que totalmente destruiria meus planos de morar fora e fazer intercâmbio durante a faculdade, então pedi transferência para a PUCRS e fui aprovada. Comecei a faculdade de Relações Públicas na PUC em janeiro de 2015. E desde o primeiro semestre conversei com a minha coordenadora da época pra darmos um jeito de eu conseguir fazer um mês de intercâmbio - trauma de ter que se formar em 4 anos, né? Organizamos tudo e ficou decidido que eu faria logo no segundo semestre. 

Passei o mês de outubro de 2015 na capital britânica (Londres), que eu posso dizer com total convicção, foi um divisor de águas na minha vida. Um dos "passeios" que a empresa de intercâmbio com a qual eu fui - Obrigada, Egali! - era o pubcrawl, que nada mais é, que um tour noturno pelos bares de algum bairro da cidade, onde vai um grupo de pessoas acompanhadas por um guia e geralmente nesse grupo se paga uma taxa onde está inclusa a entrada de pelo menos 3 bares e bebidas de boas vindas em cada um deles e no final, pode-se ter a opção de uma festa. O pubcrawl era uma forma de conhecer a cidade à quem chegasse e uma forma de despedida da cidade è quem fosse embora. Acontecia toda quinta-feira. Sem horário pra acabar - pra quem fosse na festa-. Pois bem, fiz um pubcrawl com umas outras 20 pessoas e amei a ideia e toda a interação e entretenimento que o negócio nos entregava. Voltei pra casa dias depois, decidida a criar o meu pubcrawl em Porto Alegre, com 21 aninhos. Ainda com cabecinha de caloura na faculdade, querendo fazer tudo conforme a teoria, planejei demais e não consegui colocar o negócio em prática. Fui totalmente rejeitada em qualquer tentativa de implementação do projeto. Fiquei super abalada e de coração partido. Mal sabia eu o que vinha pela frente. Dois anos depois, fui cursar um semestre em Lisboa e eis que na primeira semana, com o grupo de intercâmbio, com gente do mundo todo, mais de 50 intercambistas, estava na programação o tal do pubcrawl. Fiz o tour para conhecer alguns bares na cidade e aquilo não saiu da minha cabeça. Meses depois, de férias da faculdade, resolvi procurar uma empresa de pubcrawl pra trabalhar como guia e consegui. Pude entender ali, tudo o que rolava no 'por trás das cameras' e como as coisas aconteciam. Pronto. 

Porque eu falei tudo isso? Porque u ano depois em Porto Alegre, resolvi arriscar, fui atrás dos bares, fui atrás de pessoas, fiz um roteiro, fiz logo, site, camisetas, procurei guias, dei meu jeito durante as férias de inverno e no dia 31 de agosto nascia o @poapubrawl. Fiz alguns tours, contrariando TODOS ou ao menos uns 95% das pessoas que me conheciam e sabiam que se tratava de algo turístico, que diziam que não daria certo porque minha cidade não era turística. Enfrentei preconceito de estereotipado de uma mulher nova - uma guria- trabalhando na noite, com bebida, estranhos, ser perigoso. Comecei a ficar conhecida por aqui como "A guria do pubcrawl", meus próprios amigos começaram a me apresentar assim e eu só aproveitei a onda e comecei a aceitar isso como minha marca pessoal. Durante os tours, meus clientes perguntavam o que tinha pra se fazer de dia em Porto Alegre, quais tours existiam e se eu oferecia algum. Além dos oferecidos pela prefeitura de qualquer cidade - capital- no mundo, nada. Eis que resolvi então criar um Day Tour por toda Porto Alegre, para se conhecer a cultura e com o tempo, a pedidos dos clientes, o Wine Tasting em Happy hour, pra quem não tinha tempo pra ir à serra conhecer os vinhedos gaúchos. Ali nascia a @discoverpoa.online

A Girl Power

A Girl Power nasceu em maro de 2019, como um projeto de empreendedorismo feminino, pra ser uma rede de apoio, como um projeto de uma cadeira da faculdade, onde eu me empenhei em colocar todo o meu amor. Enquanto na faculdade os professores ensinavam a pensar como funcionário de uma empresa e valorizar as Relações Públicas, eu pensava em utilizar meus conhecimentos em comunicação estratégica pra criar uma empresa e ser a própria dona e diretora dela. 

Percebia muitos erros nas empreendedoras à minha volta, e percebia também que minha empresa estava indo cada vez melhor. Os clientes falavam diretamente comigo SEMPRE. Eu cuidava de tudo e conseguia dar conta como se eu tivesse uma equipe comigo. No começo eu queria ter uma equipe, mesmo, mas depois de algumas tentativas, entendi que não sou esse tipo de empreendedora e mesmo tendo alguém comigo eu acabo revisando tudo e querendo colocar meu toque pessoal, ou seja, não faz o menor sentido ter alguém trabalhando pra mim, se eu ainda dou conta do recado e coloco tudo do meu jeitinho. 

Começou sendo apenas uma rede de apoio, com happy hours e almoços onde falávamos dos preconceitos que as mulheres sofrem, dificuldades de empreender e compartilhávamos experiências. O ingresso era 1kg de alimento não perecível - que foram todos doados lindamente- e pronto. 2h por encontro, amizades feitas, networking, contatos, reencontros, etc.. Era lindo! Um refúgio, uma folga pras meninas esquecerem dos problemas  - ou encontrarem soluções pra eles. Algumas vezes saíamos do Happy da Girl Power e engatávamos no pubcrawl. Super divertido!

Nesse ano de 2020, com toda a loucura da pandemia nos cercando desde março, as coisas mudaram muito - pra nós, a mudança foi pra melhor, de certa forma! - porque não podíamos fazer mais os nossos encontros presenciais e o turismo também mandou um "até logo" - #vemvacina!. Ficamos um tempo sem contato - também em parte por culpa do início de processo de tcc e adaptação na faculdade EAD, óbvio- e com isso surgiu a vontade e necessidade de ouvir mulheres e amigas empreendedoras e da área da saúde, pra gente compartilhar medos, experiências e tentar sanar algumas dúvidas, de forma online, um pouco diferente de como fazíamos até então. Com isso, surgiu o #projetolives, onde todo final de semana no instagram, tínhamos esse espaço de conversar com mulheres que eu chamava pra trocar essa ideia ao vivo e a cores por lá.

Em agosto me formei e decidi tirar umas férias. Queria arejar a mente, ver um netlfix de boas, beber uns vinhos, ficar o dia inteiro sem fazer nada. Consegui? Não. Em uma semana eu tava sonhando com um projeto novo pra cá ahahhaha - a alma e o coração de empreendedora são f*da- e em um mês -de novo-, criei as mentorias personalizadas, lembrando de cursos que eu já tinha feito - mil e uns, por sinal, todos iguaizinhos!-, onde o conteúdo era sempre o mesmo ou acabava sendo, de forma que parecia que não saía nunca do lugar. Por isso criei minha empresa fazendo tudo por conta e testando e arriscando o que dava certo e errado pra mim e pro meu negócio no turismo. E isso me deu uma certa gama de conhecimento, de coisas que não tem nada de passo a passo, que me ajudaram a chegar onde cheguei. Eaí vocês já sabem né.. parada em casa na pandemia, sem fazer nada, sem conseguir me dar férias, me coçando pra fazer algo e voltar a trabalhar, morrendo de saudade de um pubcrawl e ver gente, comecei com as mentorias online e os planos, de forma mais em conta, pra ajudar empreendedoras que assim como eu, buscam a independência do próprio negócio e não querem depender de terceiros. Querem trabalhar quando, como, onde e por quanto tempo quiserem, alterando quando precisarem, sem pagar a mais por isso, do seu próprio jeitinho.

A logo e identidade visual

Sinceramente?  Eu não tenho nenhuma explicação pro motivo da logo ser uma margarita - super colorida e diferente, mas ainda assim, uma margarita-, além de ser um dos meus drinks favoritos e por termos começado com a empresa em encontros de Happy Hour e querer tirar o estereótipo machista de que mulher não bebe ou não pode beber. Ela representa o início da empresa, onde nos encontrávamos pra relaxar e basicamente reclamar da sociedade preconceituosa com as mulheres que trabalham fora de casa! As cores eu escolhi muito pelo contraste bonito que dava no desenho, além de também me dar opção pra trabalhar as cores da empresa em todo lugar. Sou apaixonada por esse tom de verde, puxando pra um verde-água mais escuro e é bem diferente. Os tons de rosa além de ser pelo contraste com ele, também mostra que não é proibido pensarmos em rosa ou gostarmos de ouras tonalidades só porque somos contra o estereótipo de que meninas usam rosa e meninos usam azul. O amarelo queimado é porque eu queria uma cor que pudesse contrastar com os dois, mas o laranja não funcionou. Gostei da leveza com presença que ele deu. E foi assim que surgiu a logo em março desse ano e é assim que atuamos nesse 2020!

Pra ver o projeto online, clica aqui no instagram ou aqui no facebook.

Tu também pode dar uma conferida nos posts do blog, aqui em baixo. Divirta-se! Qualquer dúvída, pode enviar um email clicando aqui, ou manda uma mensagem direto no no whatsapp por aqui, ou também se preferir, mandar uma DM ali pelas redes sociais!

Blog

Nascemos da vontade de compartilhar experiência entre mulheres incríveis e maravilhosas que já empreendem e que estejam com vontade de entrar no mundo do empreendedorismo. Somos uma rede de apoio. Com rodas de conversas, imersões, trocas de experiências e feedbacks. Acreditamos não ser necessário ter sua própria empresa para ser empreendedora e também poder ajudar nas dúvidas de negócios de quem já está empreendendo! Aqui o principal é a troca. Vem fazer parte!

  • Facebook
  • Pinterest
  • Instagram

Av, Panamericana, 286. Porto Alegre, RS / 91050000

girlpowerpoa@gmail.com

(51) 99182-0764

Girl Power Poa - 86414232068​

Entrega dos produtos físícos em até 14 dias úteis.