Orgulho e Preconceito - Filme

Por anos eu assisti "errado" o filme. Talvez pela narrativa e linguagem de época, que anos atrás eu não entendia bem, ou só pela minha imaturidade mesmo, assistindo.

Fato é que eu sempre fui muito #teamLizzie. Eu detestava o Mr. Darcy demais, achava ele extremamente arrogante, orgulhoso e nojentinho. Talvez ainda concordem comigo nessa parte. Ele consegue muitas vezes se superar, mas conforme o filme passa e a gente conhece ele, podemos entender os motivos dele ser assim e hoje em dia eu até me identifico com o jeito dele.

Fato é que o filme voltou pro catálogo da Netflix e eu resolvi dar uma atenção bem especial pra ele, porque eu já tinha visto mil vezes, MAS dessa vez resolvi ir parando no meio dos diálogos irados e absurdos, tentando realmente entender o que acontece no filme e PÁ. Surpresa!


Vamos aos pontos:

- Naquela época, as moças precisavam ser muito prendadas, inteligentes e estudiosas, pra serem alguém na sociedade e suas únicas responsabilidades eram realmente casar, terem filhos, garantirem a educação dos filhos e casarem os filhos. Ponto.


- Já no começo eu peguei ranço da Sra. Bennet que até faz a filha ficar doente, prestes a pegar uma pneumonia pra que tenha que ficar na casa do Sr Bingley pra ele se apaixonar por ela e eles casarem (!!!!). Ao menos duas das filhas mais velhas dela são ajuizadas. E elas têm sorte do Sr Bennet que também é ajuizado nessas questões e não 'joga' as filhas com qualquer um e se mostra muito íntegro ao recusar que ela se case com o primo padre, que segundo a própria Lizzie, é ridículo. Nem todo pai naquela época pensaria da mesma forma, principalmente quando envolvesse a questão do dinheiro, que fica muito óbvia no filme.


- No filme a gente consegue ver claramente questões feministas, sociais e problemas familiares. Pra época do filme, ele traz muitos questionamentos. Mas o que mais chama atenção, ao meu ver, é a questão do caráter. A Sra Bingley tem ranço dos Bennet e simplesmente resolve afastar o irmão da moça por quem ele é apaixonado.


- O Sr Darcy que no começo parece ser extremamente nojentinho e cheio de não-me-toques é o mais sensível e o que mais deixa claro seus sentimentos, mostrando claramente que o machismo tóxico é uma cobrança social. Por conta do amor pela Lizzie ele consegue arrumar a vida de toda a família dela - e também na tentativa de casar com ela-. Dá um jeito de não desvirtuar a irmã mais nova dela pra que a família dela não seja desonrada, ajuda o Sr. Bingley a pedir a irmã mais velha dela em casamento e confessa, que fez tudo por causa dela. E não quer nenhum crédito pelos feitos. Pra ele, basta poder passar o resto da vida com ela.


- Talvez, a Lizzie veja ele como alguém mesquinho, pelo fato de ser rico e além disso, por ter chamado a atenção dela, desde a primeira vez que se viram - embora eu tenha achado que foi super recíproco e ele só se afastou de certo modo, porque ela chamou a atenção dele - e ele tenha dito que ela não é uma moça bonita e não chamava a atenção dele. Ela sempre provocativa, se mostrando cheia de atitude e irredutível na forma de pensar, com o tempo ele acaba percebendo que ela é diferente do resto das moças e que merece atenção. Essa aparência dele é o que faz com que ela se aproxime do Sr Wickham, que vem a ser quase que um inimigo mortal de Darcy.

- Já o Sr Wickham é o verdadeiro vilão. Tentando a todo custo pegar a herança do pai do Sr Darcy, e depois que gastou tudo, persuadiu a Lizzie contra ele, indo pra cima da irmã dele (de 15 anos) em busca de dinheiro e sumindo quando descobriu que não teria acesso à herança dela. Acaba fugindo com a irmã mais nova da Lizzie e indo pra cama com ela, fazendo com que ela desonre à família e comprometendo a vida das outras irmãs e chances de se casarem.


- A tia do Sr Darcy fazendo de tudo pra casar ele com a prima (filha dela), e provocando a Lizzie no jantar até não poder mais e depois, invadindo a casa dela de madrugada pra perguntar se ela tinha a intenção de casar com o Sr Darcy, praticamente obrigando ela a prometer nunca aceitar a mão dele em casamento, pra que ele pudesse casar com a filha dela e insultando Lizzie, chamando de egoísta.


- E talvez, a maioria dos amantes do filme tenham ficado sonhando com um beijo entre Lizzie e Darcy no final do filme quando eles finalmente ficam noivos. E pra minha sorte, descobri recentemente que existe um final alternativo do filme, disponível no Youtube, sobre esse encontro e eu finalmente já posso morrer em paz! hahahaah Deixo aqui, pra vocês, essa relíquia incrível!



Posts recentes

Ver tudo

Lola Cosmetics

A Lola é uma marca de cosméticos vegana, carioca, cruelty free e umas coisinhas mais. Eu conheci há marca em 2016 quando comecei a procurar

Nascemos da vontade de compartilhar experiência entre mulheres incríveis e maravilhosas que já empreendem e que estejam com vontade de entrar no mundo do empreendedorismo. Somos uma rede de apoio. Com rodas de conversas, imersões, trocas de experiências e feedbacks. Acreditamos não ser necessário ter sua própria empresa para ser empreendedora e também poder ajudar nas dúvidas de negócios de quem já está empreendendo! Aqui o principal é a troca. Vem fazer parte!

  • Facebook
  • Pinterest
  • Instagram

Av, Panamericana, 286. Porto Alegre, RS / 91050000

girlpowerpoa@gmail.com

(51) 99182-0764

Girl Power Poa - 86414232068​

Entrega dos produtos físícos em até 14 dias úteis.