Análise - Cara Gente Branca

Eu passei muito por ele no catálogo da Netflix e coloquei na minha lista antes de realmente assistir - e quando assisti, foi em 2 dias!-Tenho procurado consumir conteúdos - livros, séries, filmes, músicas, etc - que eu me tragam conhecimento do meu lugar de escuta, porque acho isso muito importante-. Recomendo muito ver, pelos conceitos todos que são abordados na série, pelo elenco maravilhoso, fotografias, enfim... Um grupo de estudantes negros na Winchester University, uma faculdade predominantemente branca da Ivy League - Vulgo Harward e tals-. Trata do preconceito cultural, injustiça social, ativismo equivocado e políticas escorregadias. Até sobre a ditadura dos cabelos lisos, eles tratam. É sensacional!

Análise - Cara Gente Branca @girlpowerpoa

É um drama com uma dose de - ou muito- sarcasmo, voltada mais pra adolescentes, claro. . E já assisti de novo, porque é muito bom. Tá, não é o 'muito bom' do sentido positivo, ou talvez até seja. Não sei, vou explicar:

É importante a gente ver a série e perceber os próprios erros, falas, pensamentos e como a sociedade trata como irrelevante um problema muito sério.

Eu vejo isso de duas formas: negativo - no sentido de existir o racismo desde sempre e muitas pessoas ainda se negarem a entender isso pra poderem melhorar e enfim... Precisar de medidas e reeducação com base nisso, pra entendermos que isso não é bacana, que não é certo e agirmos diferente.

E positivo - de podermos aprender pela ESCUTA, dando voz e atenção à quem tem o lugar de fala, pra que a gente possa melhorar como seres humanos - porque já falhamos miseravelmente em praticamente todos os sentidos -, porque ainda não é tarde de mais pra que a gente possa educar as nossas crianças e mostrar que todos merecem respeito.

Entendem? É tipo: que triste precisar existir isso pra gente perceber que racismo existe e não é algo de que a gente possa se orgulhar, que vem lá de baixo, por alguém achar que é melhor que o outro, mas que bom que existe isso pra que a gente possa melhorar e ter referências para as crianças se verem e se reconhecerem no lugar da luta e não deixar barato, saca?

A série traz muito esse debate. A personagem principal é toda ativista e tudo mais, tem um programa na rádio que chama 'cara gente branca' onde ela fala de coisas que os brancos falam de fora errada ou ofensiva, mesmo quando tentam reparar um erro.

Logo no começo da trama, descobrem que ela namora um menino branco e acabam atacando ela chamando de hipócrita e tudo mais, por se relacionar com um rapaz branco, enquanto ela tem esse programa na rádio pelo qual ela é reconhecida.

Também são abordadas outras discussões de questões de gênero e orientação sexual, crescimento profissional, machismo e rivalidade feminina.

É bem interessante de assistir, ao mesmo tempo que chega a ser até triste, mas muito informativo.

Eu recomendo assistir e repensar sobre várias coisas. Talvez não com crianças, por ter algumas cenas de sexo ou que remetam a sexo, mas é legal assistir e levar a discussão pra fora, pra tudo isso deixar de ser um tabu - tá na hora já, né?

Tags

Arquivo do blog

  • 15 Brazilian reals
  • 15 Brazilian reals
  • 15 Brazilian reals
  • 15 Brazilian reals
  • 15 Brazilian reals
  • 15 Brazilian reals
  • 15 Brazilian reals
Keyboard and Mouse

Nascemos da vontade de compartilhar experiência entre mulheres incríveis e maravilhosas que já empreendem e que estejam com vontade de entrar no mundo do empreendedorismo. Somos uma rede de apoio. Com rodas de conversas, imersões, trocas de experiências e feedbacks. Acreditamos não ser necessário ter sua própria empresa para ser empreendedora e também poder ajudar nas dúvidas de negócios de quem já está empreendendo! Aqui o principal é a troca. Vem fazer parte!

  • Facebook
  • Pinterest
  • Instagram

Av, Panamericana, 286. Porto Alegre, RS / 91050000

girlpowerpoa@gmail.com

(51) 99182-0764

Girl Power Poa - 86414232068​

Entrega dos produtos físícos em até 14 dias úteis.