A invenção de Natal

Vi umas partes desse filme e resolvi fazer uma análise, por me lembrar MUITO de aulas de empreendedorismo que fizeram muito sentido pra mim, vendo o filme e espero que possam fazer sentido pra vocês.

Um dos princípios do empreendedorismo, é se inventor. Criar algo do zero, inusitado.

Vejam o exemplo da Apple. Steve Jobs era um baita inventor empreendedor.

A invenção só é possível em quem é apaixonado pelo que faz. Não tem jeito. Ninguém consegue inventar algo perfeito do zero, de primeira. A gente tenta, testa, erra, volta, tenta de novo, vai testando, errando, vendo onde errou, onde acertou, tenta de novo, testa e erra até que uma hora vai, cria vida, funciona e a gente precisa lembrar como foi o processo de chegar naquele resultado, pra conseguir repetir.

A invenção de Natal. @girlpowerpoa

Esse filme trata exatamente disso. O cara passa um bom tempo tentando e no dia que ele consegue, a vida dele acaba, com o tempo, com vários fatores. Traição de um aprendiz, morte da mulher, filha crescendo e indo embora viver a vida dela.

O aprendiz vira a maior concorrência dele e ele entra em depressão.

A neta vai atrás dele e conhece o espaço dele, a loja e a vida dele.

Ele tá desacreditado de tudo, não quer mais saber de nada.

Eis que um brinquedo antigo, que ele criou, que tava jogado ao léu, ganha vida, e faz tudo virar mágica ao redor.

Quando ele chega, nada funciona. Mágica.

O segredo? Acreditar.

Depois que ele perdeu a obra prima dele, o motivo da vida dele fazer sentido, ele achou que a vida tinha acabado, que tudo tava perdido.

A neta dele chegou, acreditou no trabalho dele, viu o que aconteceu e deu vida às coisas.

Acreditar. eles deixam isso bem claro.

O concorrente não é melhor que ele, só roubou as ideias dele e colocou em prática.

Quantas vezes acontece isso na nossa vida?

A premissa do empreendedor, é acreditar no próprio negócio, pra poder vender e fazer o cliente acreditar.

Essa é a chave. A gente precisa acreditar que a gente entrega um bom resultado, que somos melhores que a concorrência, que fazemos diferença, que o produto é melhor, que tem valor, que resolve o problema do cliente.

Se a gente não acreditar, não tem como convencer o outro. A gente não enxerga a mágica

Lembram da sininho no filme do Peter Pan? Ela morre por falta de quem acredite nela. Ela volta a viver e Peter volta a voar quando as crianças todas falam "Eu acredito em fadas! Acredito! Acredito!".

A magia tá em credibilidade. E nisso a gente pode colocar também o feedback, que é a credibilidade que temos com o cliente, a ponto de ele falar bem de nós pra outras pessoas e espalhar nosso trabalho por aí.

Se a gente não acreditar no que a gente faz, quem vai? Se a gente não acredita, porque a gente faz? Lembra da frase "faça com amor ou nem faça"? É sobre isso.

Tags

Arquivo do blog

  • 15 Brazilian reals
  • 15 Brazilian reals
  • 15 Brazilian reals
  • 15 Brazilian reals
  • 15 Brazilian reals
  • 15 Brazilian reals
  • 15 Brazilian reals
Keyboard and Mouse

Nascemos da vontade de compartilhar experiência entre mulheres incríveis e maravilhosas que já empreendem e que estejam com vontade de entrar no mundo do empreendedorismo. Somos uma rede de apoio. Com rodas de conversas, imersões, trocas de experiências e feedbacks. Acreditamos não ser necessário ter sua própria empresa para ser empreendedora e também poder ajudar nas dúvidas de negócios de quem já está empreendendo! Aqui o principal é a troca. Vem fazer parte!

  • Facebook
  • Pinterest
  • Instagram

Av, Panamericana, 286. Porto Alegre, RS / 91050000

girlpowerpoa@gmail.com

(51) 99182-0764

Girl Power Poa - 86414232068​

Entrega dos produtos físícos em até 14 dias úteis.